Posts Marcados ‘vestidos’

Musas da moda vintage

Quem pode resistir a uma peça, exclusiva, única e vintage?
O interesse pelo vintage não é novidade. Só que agora ganha mais adeptos e está revolucionando o comportamento de consumo e o processo de produção de moda. Seja como fonte de inspiração para releituras de tendências passadas, seja como personalização de estilo ou como conceito de sustentabilidade e de upcycling, olhar para o passado se tornou obrigatório para entender o futuro da moda.
Garimpar roupas e acessórios de vestuário em lojas vintage ou second hand e juntar o novo com o antigo de forma criativa, personalizada e ecologicamente correta virou a nova atitude de fashionistas e de celebridades.
Desde a inesquecível e icônica aparição de Julia Roberts no Oscar 2001, vestindo um Valentino da coleção de 1992, desfilar modelos vintage para mobilizar os holofotes dos badalados prêmios de cinema e música fez do red carpet a passarela de moda mais disputada do momento.
Confira os looks que as musas da moda vintage desfilaram nos red carpets do mundo.
 
                 
Veja os vestidos vintage que a Youtopia garimpou para você!

VESTIDO DE MANGA LONGA, O NOVO MUST HAVE

Não é mais uma questão de estação do ano ou ocasião, o vestido de manga longa veio para ficar! De essência vintage, o modelo foi impulsionado pela sucessão de lançamentos da italiana Valentino há várias temporadas, seguida pela Gucci de Alessandro Michelle, o game changer da vez.
Acinturado, de mangas e comprimento longos, o vestido do momento tem inspiração em outras épocas. Carrega a feminilidade do início do século 20, antes da silhueta se tornar reta e solta. Detalhes de babadinhos delicados, bordados, transparências e fendas surgem para dar sensualidade e trazer a peça para o presente.
Outro modelo de manga longa que caiu nas graças das fashionistas é o mídi retrô, de comprimento logo abaixo dos joelhos. Cheio de referências seventies, o vestido de tecido leve é superdemocrático, pois vai ao trabalho e à festa, veste bem todos os tipos de silhueta e tem estilo de sobra.
Para quem não curte os comprimentos mídi e longo, ainda é possível surfar nessa onda com os modelos mais curtinhos, acima dos joelhos. Delicados, com transparências e, em geral, acinturados, eles também fazem bonito em qualquer ocasião.
Nas passarelas, estampas e detalhes luxuosos.
Nas ruas, comprimentos variados e muitas cores.
 
SELEÇÃO ORIGINAL VINTAGE YOUTOPIA DE VESTIDOS MANGA LONGA! BOTAO COMPRA  

UM NOVO OLHAR PARA O COCKTAIL DRESS

Quase 100 anos depois de sua criação, o cocktail dress continua a ser a peça-statement de todos os tempos. Capaz de circular livremente “around the clock” por sua versatilidade e pelo DNA de sofisticação, tornou-se o uniforme de todas as it girls e celebs.
Como a maioria das criações de moda do século passado, o cocktail dress tem sua história contada no vai e vem da austeridade imposta por duas guerras mundiais. Assim, o estilo avançou e recuou de acordo com as superações econômicas de cada década, até se tornar um ícone de elegância incontestável que permanece até os dias atuais.
A ideia de vestuário “after five” surgiu nos anos 1920 para suprir a demanda norte-americana por roupas menos formais para as cocktails parties, os clássicos eventos do final da tarde. Apesar desse comportamento não fazer parte da cultura francesa, estilistas como Chanel e Vionnet investiram na criação de trajes específicos para atender essa clientela americana ávida pela moda europeia. Inicialmente, como conjuntos com calça palazzo, shapes lânguidos e assimétricos, ao longo das décadas foram ganhando formas diferentes e se popularizaram entre socialites e jetsetters internacionais. As silhuetas retas foram abandonadas e as saias se tornaram mais volumosas e subiram as barras, dando destaque aos sapatos e aos acessórios. Em 1947, quando Christian Dior traz de volta o romantismo para as passarelas com as cinturas marcadas e a estética recatada do New Look, o cocktail dress se torna moda universal para as mulheres e item obrigatório nos eventos vespertinos.
Um vestido de cocktail pode ser decorado ou liso, cavado ou com mangas compridas, preto ou em tons preciosos, acinturado, com certeza, e nunca longo. De lá para cá, ganhou características mais modernas e as barras subiram mais um pouco, mas o vestido nunca perdeu os códigos de glamour e a capacidade de sair do dia e entrar na noite. Simple chic!
O dress code “after five” de Chanel, Vionnet e Dior…
…se tornou o outfit oficial das celebridades
CONFIRA NOSSA SELEÇÃO IMPERDÍVEL DE COCKTAIL DRESSES BOTAO COMPRA