Arquivo do Autor

CASACOS VINTAGE PARA USAR JÁ!

Inverno vai inverno vem, alguns casacos resistem, seja por suas características de design clássico, como um bom trench coat bege, seja por sua matemática perfeita entre caimento, proporção, material, cor e até um certo exotismo. No caso das peças vintage, tanto um como o outro são ótimas apostas. Saiba quais modelos estão fervendo nas ruas e escolha o que mais combina com o seu estilo e humor.
Nos looks de street style do último inverno internacional, as apostas recaem sobre o casaco xadrez amplo, tanto em modelagem de blazer estilo anos 90, como outros modelos mais pesados. Uma peça clássica e que viaja na história da moda, saindo do guarda-roupa masculino e passando por várias décadas do século 20, principalmente dos anos 60 aos 90, seguindo a moda de cada época.
Preferencialmente de lã, o casaco com detalhe de pelo na gola ou nos punhos é um eterno companheiro de quem adora um toque de glamour do passado. Alongado e acinturado, traz de volta a elegância dos anos 30, reinterpretado nos anos 70 e reinventado a cada temporada de frio. A modelagem que mais valoriza a silhueta, vale ter pelo menos um no guarda-roupa.
O trench coat, clássico dos clássicos, nunca decepciona. Nada combina tão bem com tudo e com todos os estilos do que um bom trench coat. Curtos e casuais, longos e bem chiques, de tecidos variados e cores mil, é o investimento mais certeiro na hora de escolher um casaco.
Mas se você ama vintage e gosta de se diferenciar, a moda também está para você. Desde que Alessandro Michelle, da Gucci, abriu as portas de seu mundo fantástico, inaugurando assim a era dos novos excêntricos, tudo ficou mais rebuscado, colorido, enfeitado e brilhante. Nesse caso, não importa muito a modelagem do casaco, desde que ele tenha aquela combinação certeira entre tecido, estampa e detalhes que o torne especial.
Na hora de escolher o seu casaco vintage deste inverno, saiba que mais vale ter uma peça única e especial do que muitas sem identidade e que não dizem nada sobre você.
Inspire-se nos looks das ruas! CONFIRA A SELEÇÃO DE CASACOS VINTAGE ORIGINAIS YOUTOPIA!

A HISTÓRIA DO VESTIDO PRETO

Um vestido preto sugere sofisticação, poder e sensualidade. Um curinga no armário das mulheres, ele é tão básico que combina com praticamente tudo, o que lhe permite ser usado durante o dia com tênis, mochila e acessórios coloridos, ou à noite, numa produção mais elaborada.
O surgimento do que hoje chamamos de “pretinho básico” data de 1926, ano em que a revista “Vogue” publicou uma ilustração do vestido criado por Chanel – o primeiro entre vários que a estilista iria criar ao longo de sua carreira.  

Ilustração do primeiro vestido preto que virou moda, criado por Chanel e publicado na revista Vogue, em 1926.

DOS ANOS 20 AOS 50 Antes dos anos 20, as jovens não podiam usar preto e as senhoras o vestiam apenas no período de luto.

 A década de 30 começou com a grande depressão, resultado da quebra da Bolsa de Valores de Nova York, e terminou com a 2ª Grande Guerra. Além de estar fora de moda a ostentação, as mulheres estavam saindo para trabalhar fora de casa. Nesse cenário, as roupas para o dia tornaram-se mais sérias e o vestido preto se mostrou perfeito para a nova mulher que surgia. 

Apenas em 1947 o vestido preto se transformou, ano em que o estilista francês Christian Dior lançou o seu New Look, um novo estilo de roupas, com cinturas apertadas e quadris avantajados, valorizando as formas femininas. O uniforme dos anos 50, que se espalhou pelo mundo, era um vestido preto, com golas e luvas brancas, usado com um colar de pérolas, sapatos coloridos e uma estola de pele. Acabou assim, junto com a guerra, o modo simples e econômico de se vestir.

Nos anos 1950, a moda usar a cintura bem marcada e a saia rodada. O modelo preto era chique!

DOS ANOS 60 AOS 80
O pretinho tornou-se realmente famoso nos anos 60 e início dos 70. Chique, usado por Jacqueline Kennedy, elegante e feminino no corpo de Audrey Hepburn, no filme “Bonequinha de Luxo”, de 1961, cujo figurino foi criado pelo estilista francês Hubert Givenchy, e descontraído, feito de crochê, na pele da atriz Jane Birkin, em 1969. 

Após a moda psicodélica da década de 70, a cor voltou para disputar poder com os homens, nos anos 80. Preocupadas com o sucesso profissional, as mulheres precisavam de uma roupa simples e elegante, que fosse a todos os lugares. Mais uma vez, o vestido preto se tornou a melhor opção.

Audrey Hepburn em cena do filme “Bonequinha de Luxo”, que traz um figurino com os mais lindos vestidos pretos do cinema.

ANOS 90 Nos anos 90 ele continuou sendo uma peça básica do guarda-roupa feminino, feito com os mais diversos tecidos, do modelo mais simples ao mais sofisticado, usado em todas as ocasiões e em todos os horários. Por tudo isso o vestido preto se tornou o grande clássico do guarda-roupa feminino, aquele que garante as duas características básicas ao mesmo tempo – simplicidade e elegância.
Abaixo, uma seleção com os vestidos pretos mais lindos da nossa loja. Para você se inspirar e comprar agora!

BOTAO COMPRA

CARNAVAL VINTAGE

Na rua, na praia, no clube ou na balada, aposte no glamour vintage para brilhar no Carnaval.
Entre as décadas de 50 e 70, os bailes e os concursos de fantasias eram a principal atração do calendário carnavalesco do país, incluindo as cidades do interior, que disputavam quem fazia o melhor Carnaval de cada região. Entretanto, o Rio de Janeiro sempre foi a principal referência, com os famosos bailes do Copacabana Palace e os concursos de fantasias de luxo, que aconteciam num circuito de hotéis e clubes chiques da cidade.
Mesmo que os bailes de Carnaval estejam no passado, você pode resgatar o glamour vintage de outras épocas e inovar também no bloco de rua, na festa ou na balada da folia. Aposte no brilho dos paetês, no luxo do lurex e na sensualidade das transparências para ser a mais estilosa da festa.
Paetês rendem looks glamourosos no Carnaval e na vida. Aposte!
O lurex tem alma vintage glam e vai ao Carnaval com muito estilo.
As transparências são incríveis para criar um visual sexy e chique.  

VAI DE PIJAMA OU CAMISOLA?

A vitória do homewear na moda também é a vitória do estilo com conforto. Veja como é fácil de usar!
Quimonos estampados, pijamas listrados, camisolas longas e curtas, conjuntos de lingerie e tudo mais que compõe o homewear, incluindo chinelos e slippers, não saem mais das passarelas e das ruas. Sim, eles são mais usados para sair de casa do que para relaxar no domingão entre a cama e o sofá.
Além do óbvio conforto ao usar uma peça de tecido leve e proporções amplas, o melhor benefício são as infinitas possibilidades de looks que essas peças proporcionam. Um pijama, por exemplo, pode variar com as peças separadas, sobreposições variadas e como um conjuntos superfashion. Um top lingerie vai sobre uma camiseta ou sob o blazer, do trabalho para a festa, descolado ou muito chique e sexy. Já os chinelos e slippers, que viraram mania nos pés fashionistas, são irresistíveis no verão e no inverno.
O truque para criar looks equilibrados é misturar uma peça de homewear com outra mais urbana, como uma camisa de pijama com jeans ou calça de alfaiataria. Ou ainda, uma calça pijama com top cropped. Experimente também o básico jeans e camiseta com quimono estampado por cima. Só não deixe de brincar e de se divertir com a moda!
Nas passarelas, inspirações para todos os estilos.
Nas ruas, ideias para todas as ocasiões.
NA YOUTOPIA, PEÇAS ÚNICAS PARA VOCÊ CRIAR LOOKS INCRÍVEIS!  

APOSTE NO VERDE

Batizada de Greenery, a cor do ano simboliza novos começos e promete refrescar os looks de 2017 com muito alto astral.
Todo ano a Pantone escolhe uma cor que simbolize o que está acontecendo no mundo, uma expressão de humor e de uma atitude. Para 2017, a empresa trouxe o Greenery, um tom de verde amarelado (ou amarelo esverdeado), que lembra as novas folhagens da primavera, um sopro de renovação e frescor.
Segundo Leatrice Eiseman, Diretora Executiva do Pantone Color Institute, “Greenery simboliza a reconexão que desejamos com a natureza, com nós mesmos e com um propósito maior”.
O verde, que também é esperança, já aparece nos lançamentos para este ano, tanto na moda como na decoração. Nas passarelas internacionais de primavera-verão, o tom surgiu puro e também em meio a flores e folhas, em estampas combinadas a outras cores. Nas ruas, famosas e fashionistas aprovaram e desfilam looks total greenery ou combinado com branco, preto e estampas.
Especialistas acreditam que as cores podem influenciar o humor e também transmitir mensagens específicas. Aproveite para usar a cor do ano para levantar o astral e, ao mesmo tempo, ficar em dia com as últimas tendências.
Nas passarelas, o verde pede passagem para o verão 2017.
 Nas ruas, o verde brilha no frio e no calor.
CONFIRA NOSSAS AS PEÇAS GREENERY YOUTOPIA!  

GLAMOUR VINTAGE NO TAPETE VERMELHO

A festa de entrega dos Golden Globes 2017 abriu a temporada de tapete vermelho com muitas referências vintage. Confira!
Glamour total no tapete vermelho que abriu a temporada de premiações deste ano. As celebridades não pouparam em brilho, cores vibrantes e detalhes de efeito em seus looks de gala. Apaixonadas por vintage que somos, não podemos deixar de comentar as referências de outras épocas e, ao mesmo tempo, tão atuais, que surgiram em lindos trajes para você aproveitar para quando for a uma festa chique.
Amarelo retrô
Natalie Portman surpreendeu ao usar um vestido Prada amarelo inspirado no figurino 60’s de Jackie Kennedy. A atriz, que concorria ao prêmio de melhor atriz em drama pelo filme “Jackie”, parecia a própria primeira dama norte-americana, ícone de estilo de sua época. O amarelo também foi a aposta de outras famosas, como as atrizes Viola Davis e Reese Whiterspoon.
Pink romântico
A vencedora da noite, Emma Stone, brilhou em um longo de tule Valentino todo salpicado de estrelas brilhantes, como uma diva dos anos 30. Já a bela Felicity Jones surgiu em um modelo Gucci cor de rosa cheio de detalhes. A cor também foi a escolha de Lily Colllins. O vestido de renda do estilista Zuhair Murad parece ter saído de um baile dos anos 50. O look Gucci, seventies inspired, da atriz Zoe Saldana veio cheio de babados e com cinto de laço.
Preto e brilho modernos
Nada mais moderno e vintage do que o look de Evan Rachel Wood, atriz de Westworld (série da HBO). O clássico smoking ganhou gola laço e silhueta alongada, assim como o Le Smoking de Saint Laurent nos anos 70. Sarah Paulson, de Marc Jacobs, trouxe de volta a extravagância eighties no vestido de ombros marcados, mangas longas, transparência, texturas e muito brilho. Nicole Kidman, de Alexander McQueen, arrasou no modelo de alcinhas e mangas com detalhes de babados com perfume 90’s.
CONFIRA NOSSAS PEÇAS VINTAGE PARA ARRASAR NA FESTA!    

ANNA FASANO EM UMA VERSÃO VINTAGE

O estilo de Anna Fasano, que mescla o contemporâneo com o vintage, é apenas uma de suas armas para brilhar entre as top fashion bloggers brasileiras.

Para atender a agenda frenética de viagens e compromissos sociais, que exige looks surpreendentes e novos a cada aparição, a musa aposta em produções atuais que misturam os hits das passarelas com peças vintage exclusivas que garimpa em viagens e no site da loja YOUTOPIA.

A blogueira ainda navega com desenvoltura em áreas muito além da moda: beleza, viagem, decor, gastronomia (segmento, aliás, que está no DNA da família) e os top pets Nino e Filó fazem parte dos temas abordados nos posts do InstagramFacebook e Blog de Anna.

Formada em moda e assídua frequentadora de desfiles de moda around the world, a paulistana de 25 anos se destaca como digital influencer e foi eleita pela VOGUE americana como uma das mais importantes blogueiras brasileiras na reportagem The 5 Brazilian Fashion Bloggers You Need to Know, publicada no site da revista em agosto de 2016.

Com estilo autêntico, chique, cool, Anna já lançou coleções de óculos de sol com referências vintage dos icônicos modelos redondos dos anos 70, assinou linhas de sapatilhas descoladas e imprimiu seu estilo em coleções de beachwear em parceria com várias marcas, como Ventura, Botti e New Beach, e inspira uma legião de seguidores com looks estilosos e o styling impecável do cabelo e do make.

Confirma algumas das escolhas da Anna, e veja como ela adiciona o vintage em composições modernas e cheias de estilo:

SAIA METALIZADA – escolha certeira para um look vintage atual.

saia_vintage_metal

 

SAIA DE RENDA – tramas e shapes vintage dão destaque às peças da produção.

  saia_renda_vintage    

FRANJAS dão o toque romântico-retrô na medida certa.

  saia_vintage_franjas    

POÁS – estampa curinga com inspiração vintage que agrega formalidade.

  camisa_vintage_poa    

MIX AND MATCH – combinando múltiplas estampas você dá um toque contemporâneo ao look.

camisa_vintage_classy  

GARIMPANDO Outras peças que fizeram a cabeça da Anna e que certamente você vai se apaixonar.